RCB/TuneIn
Sábado, 26 Set 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
CONTORNOS NEBULOSOS
A associa??o nacional dos munic?pios portugueses (ANMP) escreveu ao secret?rio de estado do turismo. Em causa o p?lo de desenvolvimento tur?stico da Serra da Estrela
Por Paulo Pinheiro & Paula Brito em 15 de Jan de 2009

Outras da categoria:

Depois da reunião mantida a 19 de Novembro de 2008 com aquele membro do Governo, a ANMP reafirma o total desacordo com o processo de constituição e de instalação do pólo de desenvolvimento turístico da Serra da Estrela. Para a associação, o organismo “não permite construir um modelo de desenvolvimento que se quer forte e sólido, em que verdadeiramente as populações se sintam representadas”.

 

A ANMP alerta para a duvidosa legalidade de determinadas normas inseridas nos estatutos do pólo dando como exemplo “ a consagração de duplas representatividades na assembleia-geral, bem como a inserção e um conjunto de representantes cujo n+úmero contraria a norma que estabelece que os municípios têm a maioria dos membros da mesa da assembleia”.

 

De acordo com a missiva enviada ao secretário de estado do turismo, a associação chama a atenção para o facto de para a instalação terem sido convocados municípios que não aderiram ao pólo “ o que se revela desconforme com os preceitos legais em vigor”.

 

Um processo que “tem contornos nebulosos” refere a ANMP, solicitando a Bernardo Trindade “uma tomada de posição política, no sentido da regularização da situação”.

 

Também na reunião pública do executivo fundanense, o presidente da câmara lamentou o processo que conduziu à criação da Turismo Serra da Estrela “ perdeu-se uma oportunidade de repensar a estratégia de turismo da região”, disse Manuel Frexes. O edil que voltou a  classificar de ilegais as eleições realizadas para o pólo de turismo.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados