RCB/TuneIn
Domingo, 17 Nov 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
CÓNEGO MÁRIO NA TOPONÍMIA DO FUNDÃO
Rádio Cova da Beira
Cónego Mário Gonçalves vai dar nome ao novo espaço de lazer que está a nascer junto ao largo do calvário. Segundo Paulo Fernandes, trata-se de um local digno e emblemático para perpetuar a memória e a obra que deixou ao serviço do seminário, dos bombeiros e da misericórdia.
Por Paula Brito em 31 de Oct de 2012

 

A notícia deixada pelo presidente da câmara do Fundão no lançamento do livro “Nos braços de Deus” de José Pereira Folgado. Trata-se da terceira obra do autor sobre o cónego Mário Gonçalves, lançada um ano após a sua morte “esta trilogia está longe de ser o que o reverendíssimo cónego merecia e exigia”, desabafou o autor.

 

Presente na cerimónia de apresentação do livro o ex-vice procurador geral da república, Agostinho Homem referiu-se ao cónego Mário como “um homem de uma entrega total aos outros que deixou a sua marca no Fundão”.

 

Além do apoio da câmara municipal, o livro é uma edição da misericórdia do Fundão. Jorge Gaspar, provedor da instituição,  lembrou o papel decisivo do cónego Mário Gonçalves nos momentos conturbados que viveu a misericórdia e que ele soube ultrapassar “com a sua serenidade, sabedoria e humildade” que faziam dele um homem “respeitado e respeitador, incontornável, irrepetível, um homem de paixões que adoptou como lema de vida gastar-se ao serviço dos outros”.

 

Para além do lançamento do livro “Nos braços de Deus” cujas receitas revertem na íntegra para o seminário do Fundão, o primeiro aniversário da morte do cónego Mário Gonçalves foi celebrado com uma eucaristia e romagem ao cemitério.  

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados