RCB/TuneIn
Sexta, 06 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
CHCB COMEMORA 12 ANOS
Doze anos depois da sua criação, o centro hospitalar da Cova da Beira permitiu mudar por completo o paradigma da saúde na região. Esta é uma das principais conclusões de um debate que decorreu naquela unidade de saúde e que juntou à mesma mesa os presidentes das câmaras municipais da NUT da Cova da Beira.
Por Nuno Miguel em 18 de Oct de 2012

Apesar de fazer uma avaliação positiva do percurso efectuado, o autarca de Belmonte, Amândio Melo, sublinha que "a ambição deve ser maior" ao ponto de se recuperar o modelo dum grande centro hospitalar para toda a Beira Interior "penso que temos todas as condições para isso e espero que, mais cedo ou mais tarde, essa ideia se concretize pois será uma enorme mais valia para as nossas populações".

Já o presidente da câmara da Covilhã, acredita que "num futuro próximo a região vai ser procurada pelas suas características como um dos melhores polos de saúde de todo o país". Carlos Pinto sublinha que "temos aqui condições impares para isso, nomeadamente com esta verdadeira cidade da saúde que aqui está a nascer e que, para além do hospital, também engloba a faculdade de ciências da saúde e o ubi medical".

Paulo Fernandes, presidente da câmara do Fundão, sublinha que "o próximo desafio deve ser a definição de novos serviços de saúde a fixar na região e que permitam melhorar a resposta dada às populações; sabemos que o investimento feito ao longo dos últimos anos foi muito importante mas temos agora que definir, dentro das áreas que ainda não temos, quais são aquelas que podem ser mais valias para a nossa região". 

Para o reitor da UBI, João Queiróz o outro grande desafio "é o reforço nas áreas de formação pós graduada pois só dessa forma será possível aumentar a fixação na região de médicos licenciados pela faculdade de ciências da saúde".

Um tema que "está a ser equacionado ao abrigo do consórcio formativo que estamos a constituir entre os três hospitais da região" refere o presidente do conselho de administração do centro hospitalar. Miguel Castelo Branco refere que "já decorrem conversações com o ministério da saúde afim de aumentar esse número de vagas e estou convicto de que vai ser possível alcançar esse objectivo".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados