RCB/TuneIn
Segunda, 11 Nov 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
PSD DO FUNDÃO RESPONDE AO PS
Depois do PS ter vindo, em comunicado, dizer que o Fundão, à semelhança do país, estava a ser alvo de um resgate, o PSD recorda que no concelho o resgate aconteceu há 11 anos quando o Fundão decidiu retirar das mãos do Partido Socialista a gestão da câmara.
Por Paulo Pinheiro em 16 de Oct de 2012

O PSD diz que o PS deixou a câmara com dívidas incompreensíveis, e conseguiu, após 14 anos de “gestão desastrosa” criar um défice descomunal de equipamentos colectivos e infraestruturas e deixar como únicos legados o barracão do Multiusos, o pavilhão desportivo municipal por acabar, a falta de água nas torneiras, uma zona industrial especulativa e abandonada e uma câmara sem qualquer rumo ou estratégia de desenvolvimento”.

Quanto à operação de consolidação financeira, a que mais de 250 municípios do país recorreram, o PSD garante que não faz aumentar a dívida da autarquia, permitirá amortizar a mesma dívida existente de curto prazo em médio-longo prazo, sem aumentar impostos ou taxas municipais e vai injectar 45 milhões de euros na economia local.

 

Segundo o PSD, o Partido Socialista, o único a votar contra o PAEL, está cada vez mais isolado e desligado das grandes questões do Fundão e apresenta-se hoje de braços caídos sem nenhuma alternativa, demonstrando que não está preparado para gerir o concelho uma vez que não conhece a sua realidade: “ não sabe que foram executados mais de 400 milhões de euros,  que por cada euro de dívida foram investidos cinco,  não conhece o calendário de grandes eventos do concelho e não se recorda que foi a última câmara socialista a terminar com a Facif”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados