RCB/TuneIn
Segunda, 25 Jan 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
PRISÃO PREVENTIVA PARA CABO DA GNR
Ficou em prisão preventiva o cabo da GNR de Idanha a Nova acusado de abuso sexual de duas meninas menores. O cabo fica a aguardar julgamento na prisão. Quanto à mulher também acusada do mesmo crime, o tribunal optou pela medida de coacção de prisão domiciliária.
Por Paula Brito em 30 de Sep de 2012

Os dois arguidos, ele de 40 anos e ela de 35, foram detidos na sequência de uma investigação despoletada por uma denúncia da comissão de protecção de menores de alegados abusos sexuais de duas meninas institucionalizadas desde o passado mês de Agosto devido a incúria familiar.

O cabo e a mulher, com quem mantinha uma relação extra conjugal são acusados de aliciar as duas menores para sessões de sexo em grupo.

O cabo foi suspenso de funções e foi aberto um processo de averiguações interno no destacamento da GNR de Idanha a Nova.   


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados