RCB/TuneIn
Segunda, 22 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
O FIM INESPERADO DA UNIDECO
Encerramento da Unideco apanhou todos de surpresa em Penamacor. H√° 27 anos instalada na vila, o fim da empresa, que emprega 33 trabalhadoras, √© uma perda para o concelho. A preocupa√ß√£o foi partilhada pela maioria e pela oposi√ß√£o na reuni√£o p√ļblica do executivo.
Por Paula Brito em 20 de Sep de 2012

Para Vítor Gabriel, da bancada da Coligação Todos por Penamacor, “o encerramento da Unideco, vem deixar em situação de dificuldade umas dezenas de pessoas do concelho e obviamente isto penalizará a economia concelhia, é uma situação que não pode deixar de nos preocupar”.

Domingos Torrão lamenta o encerramento da Unideco numa altura em que o concelho estava a remar contra a maré “numa altura em que estamos a criar condições para fixar pessoas, promover o emprego, aproveitar os recursos endógenos, isto é uma batida na cabeça que não é fácil de ultrapassar”.

O presidente da câmara de Penamacor garante que a autarquia vai estar atenta e a acompanhar de perto o encerramento da empresa Unideco que apanhou Domingos Torrão de surpresa “não esperava, apesar de há uns anos a esta parte, por esta altura, haver sempre um período de interrupção, nada fazia crer que fosse tão repentino”.

Recorde-se que o empresário apresentou duas alternativas às trabalhadoras: irem trabalhar para uma outra fábrica de confecções no Sabugal ou o pagamento imediato de 20% das indemnizações a que têm direito “uma proposta de emprego, ainda que a 50 quilómetros, nos tempos que correm, já não é mau de todo”, considera o autarca. A decisão caberá, no entanto, às trabalhadoras e a autarquia “estará cá para apoiar no que for necessário dentro das suas possibilidades”.  


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados