RCB/TuneIn
Sábado, 24 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
COVILHÃ: ADEGA QUER REFORÇAR VOLUME DE VENDAS
Adega da Covilhã quer intensificar a aposta na venda de vinhos a granel. A medida faz parte da estratégia de internacionalização que a cooperativa tem vindo a seguir nos últimos e que pretende dar resposta a uma alteração de paradigmas que se tem vindo a verificar nos mercados.
Por Nuno Miguel em 27 de Aug de 2012

Para o presidente da direcção da adega da Covilhã "estamos a assistir a uma maior procura de venda de vinhos a granel; ainda no ano passado fomos contactados com o intuito de vender uma grande quantidade para a Rússia e nesse sentido vamos mudar um pouco a aposta que temos feito ao nível da produção e da exportação, onde queremos manter a aposta na qualidade dos nossos produtos, mas simultâneamente reforçar também essa componente" .

Matos Soares acrescenta que "a primeira oportunidade de venda pode ser concretizada em breve com a exportação de 200 mil litros de vinho para o Brasil; estamos neste momento a fazer contas e a calcular as taxas alfândegárias para poder satisfazer um pedido dum agente nacional mas que tem ligações muito fortes ao mercado externo".

Apesar desta nova aposta, o presidente da direcção da adega da Covilhã refere que os produtos de qualidade vão continuar a ser uma das bandeiras da cooperativa e deixa como exemplo os produtos “Kosher” que estão a ter uma procura cada vez maior "ainda recentemente fui contactado para vender 300 mil litros de mosto amoado kosher e ainda não sei se vamos ter capacidade para responder a isso".

A cooperativa está ainda a avaliar a hipótese de marcar presença numa feira internacional que decorre em Macau no próximo mês de Novembro e que pode reforçar a presença do vinho da Covilhã no mercado asiático, designadamente na China.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados