RCB/TuneIn
Terça, 25 Jan 2022
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
3? DIVIS?O ? 12? JORNADA
A jogar como o fez neste domingo, o Sertanense s? vai parar na segunda divis?o nacional. Hoje brindou o Lousanense com meia d?zia de golos sem reposta. Em sentido inverso est? a ADEP. A Equipa de Penamacor esta a afundar-se cada vez mais na classifica??o, hoje perdeu em casa, com o Marinhense, por 3-0.
Por José Joaquim Ribeiro em 22 de Dec de 2008
Na Sertã o líder da série D do campeonato nacional da 3ª divisão entrou disposto a oferecer uma boa prenda de natal a todos os associados e como em futebol a melhor prenda passa, necessariamente pela conquista da vitória, mas também com o festejar de muitos golos. Foi exactamente o que aconteceu no Campo Marques dos Santos. Joca, logo aos 20 minutos abriu o activo, seis minutos depois foi a vez de Marco Farinha fazer o primeiro dos quatro golos que marcou neste jogo, aliás, Marco Farinha, que ainda teve tempo para fazer o 3-0, entes do intervalo, fez o 4-0 nos primeiros minutos da segunda parte. Foi já na recta final da contenda que o marcador sofreu mais duas alterações. Pedro Miguel fez o 5-0 e já em período de descontos Marco Farinha fez a meia dúzia. Pelos quatro golos que apontou Marco Farinha foi o jogador em destaque no Sertanense, contudo o colectivo funcionou quase na perfeição.

Quem também este muito bem na jornada deste fim de semana foi o Benfica e Castelo Branco. Na deslocação que realizou às Caldas da Rainha, os comandados de Nuno Fonseca, que parece talhada para jogar bem fora de casa, somaram mais uma preciosa vitória, por 3-2, mantendo-se, por via disso na segunda posição. Os albicastrenses souberam tirar partido das transições rápidas para surpreenderem o seu adversário.

A equipa da ADEP sofreu mais uma derrota ( justa ) perante uma equipa que realizou uma exibição quante baste ( a do Marinhense ) para garantir os três pontos.O trabalho dos jogadores da ADEP fluiu devagar e devagarinho e, quando podiam e deviam rematar nunca o fizeram, demonstrando uma total inoperância atacante. Aquilo que mais parece é que os jogadores da ADEP estão desmotivados. Pelo andar da carruagem, mantendo-se tudo como está, a época poderá ser um desastre. Naturalmente que, os jogadores não podem morrer solteiros nas responsabilidades, os técnicos e provavelmente os dirigentes também terão uma quota parte de responsabilidade, no " descalabro " da equipa. Espera-se que a paragem de Natal faça bem a todos ou pelo menos que possam reflectir sobre o que não está bem no seio do grupo de trabalho.

O Unhais da Serra regressou às vitórias. No Paul a equipa comandada por Nando conseguiu ultrapassar um clube que já revelou não ser uma pêra doce para ninguém. O Unhais conseguiu adiantar-se no marcador logo aos seis minutos, um golo de Picas que também ajudou a tranquilizar um conjunto que aquilo que lhe tem faltado são bons resultados. Os serranos não jogam muito diferente daquilo que fizeram a época passada os resultados é que não têm acompanhado as exibições que a equipa produz, bem como a tal pontinha de sorte que sempre ajuda. Neste jogo com o Gândara o Unhais teve essa tal pontinha de sorte quando aos 32 minutos o David, desde o circulo central tenta alvejar a baliza adversária e consegue ter êxito, fazendo com que a bola passasse por cima de Hélio, num daqueles chapes de abas bem largas, aumentando para 2-0 o resultado da partida. Na segunda parte os comandados de Nando geriram a partida, ainda que não estivesse nas previsões de ninguém o golo que João Dias apontou aos 67’ para a equipa do Gândara. Uma vitoria suada e merecida do Unhais da Serra.

A Atalaia do Campo voltou a fazer um bom jogo fora de casa e desta feita num terreno muito difícil para qualquer equipa desta série D. A equipa do Peniche até conseguiu adiantar-se no marcador, através de uma grande penalidade muito duvidosa, mas a equipa de Paulo Serra não desarmou, foi à procura de melhor resultado e, por tanto o ter procurado acabou por o encontrar, por intermédio de Hugo Brito. O médio da Atalaia conseguiu dar alguma justiça ao que se passou nas quatro linhas, quando aos 70 minutos apontou o tento que permitiu a conquista de um ponto que pode ser muito importante para as contas finais da prova. Agora é importante que no regresso da competição, depois da paragem de Natal, a Atalaia também se encontre nos jogos que terá que realizar no seu relvado.

Em termos de classificação, o Sertanense lá continua na liderança, com 31 pontos, mais quatro pontos que o outro clube do distrito, o Benfica e Castelo Branco e mais seis que o terceiro, Vigor Mocidade. O Unhais, com a vitória desta tarde passou a ocupar a 10ª posição, na companhia do Caldas, com 15 pontos, a Atalaia deixou o último lugar que agora passou a ser ocupado pelo Penamacorense.

O campeonato só regressa no próximo ano, dia 4 de Janeiro e com a curiosidade de se registar, nesse dia, dois jogos em que vão estar envolvidos quatro clubes do distrito. O Benfica e Castelo Branco recebe o Penamacorense e a Atalaia do Campo recebe o Sertanense. O Unhais desloca-se à Marinha Grande.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2022 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados