RCB/TuneIn
Sábado, 24 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
DIMINU?RAM OS ABORTOS NA BEIRA INTERIOR
Os hospitais da Beira Interior registaram em 2011 menos 90 abortos do que no ano de 2010 contribuindo para esta descida a inexist?ncia de interrup??es da gravidez na unidade local de sa?de (ULS) da Guarda.
Por Paulo Pinheiro & Paula Brito em 20 de Jun de 2012

Segundo relatório dos registos das interrupções da gravidez ao abrigo da Lei que permite a interrupção até às dez semanas, no Centro Hospitalar da Cova da Beira (CHCB) registaram-se 160 abortos enquanto a ULS de Castelo Branco registou 105, na esmagadora maioria por opção da mulher.

Os dados avançados pela "Kaminhos Magazine" revelam ainda que a ULS da Guarda não surge no relatório de 2011.

Em 2010 as três unidades de saúde registaram 365 Interrupções Voluntárias da Gravidez (IVG), a maioria feita no CHCB (155) seguido da ULS de Castelo Branco (104) e da Guarda (86)

A diminuição da IVG verifica-se também ao analisar os dados do relatório na perspetiva do local de residência da utente. De 2010 para 2011 registou-se uma descida de 12,5 por cento, com menos 54 abortos. No distrito de castelo Branco o número passou de 268 (2010) para 237 (2011). No distrito da Guarda passou de 172 (2010) para 139 (2011).


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados