RCB/TuneIn
Quinta, 27 Fev 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
POR ONDE ANDAVA ESTE PENAMACOR?
O Penamacor bateu a Atalaia por 6 bolas a 1, num jogo onde os comandados de V?tor Salvado fizeram uma exibi??o de encher o olho, dando assim sinais de estar a ultrapassar a fase de maus resultados das ?ltimas jornadas.
Por Rui Fazenda em 30 de Nov de 2008

O Penamacor  entrou no jogo a pressionar a Atalaia, que por sua vez ia defendendo com acerto tentando sempre que tinha a posse de bola aproximar-se do último reduto do Penamacor. O primeiro sinal de perigo surgiu à passagem do minuto 11 quando Marco, que desta feita jogou a ponta de lança, surgiu isolado no ataque do Penamacor mas permitiu a defesa a Rui Pedro, na recarga Graça também sózinho permitiu novamente uma grande defesa ao guardião da Atalaia.

O Penamacorense não abrandava o ritmo e foi com naturalidade que à passagem do minuto 26 fez o tento inaugural por intermédio de Pedro Silveiro que respondeu da melhor forma a um livre marcado por Graça a que Rui Pedro respondeu com mais uma grande defesa, mas foi impotente para travar a recarga de Pedro Silveiro.

A ganhar os comandados de Vítor Salvado continuaram a pressionar a defensiva da Atalaia e, fruto disso, chegariam ao segundo tento aos 32 minutos por intermédio de Graça que concretizou uma grande penalidade a punir falta de Ednilson sobre Cristophe. O jogo estava emotivo e disputado até que ao minuto 38 Cláudio vê o cartão vermelho directo, certamente por bocas dirigidas a Bruno Nave. A Atalaia ficou a jogar com menos um elemento ainda na primeira parte, mas viria a chegar ao golo logo no minuto seguinte, por intermédio de Gelson que aproveitou uma bola perdida na área do Penamacor para reduzir para 2-1. O intervalo chegou com dois para o Penamacorense, um para a Atalaia, um resultado que deixava tudo em aberto, apesar dos forasteiros já estarem a jogar com menos um elemento.

Mas o Penamacorense, entrou bem e fez uma segunda parte de grande nível, marcou mais 4 golos e permitiu a Rui Pedro um punhado de grandes defesas, pelo que a historia da etapa complementar resume-se praticamente aos golos da formação comandada por Vítor Salvado. O 3-1 surgiu à passagem do minuto 60 por intermédio de José Luís que apareceu isolado na área, passou pelo Guardião da Atalaia e de ângulo difícil fez o 3-1. O 4-1 surgiu aos 78 minutos por Graça que transformou com sucesso mais uma grande penalidade, desta vez cometida por Rui Pedro sobre Ricardo Santos. Ainda se festejava nas bancadas o quarto tento do Penamacorense e já o recém entrado Álvaro estava a facturar o 5-1, fazendo passar a bola por cima do desamparado Rui Pedro. E foi aos 86 minutos que o resultado final apareceu por intermédio de Ricardo Santos que surgiu mais uma vez isolado na cara de Rui Pedro e, à saída do guardião da Atalaia, fez o 6-1 final.

Um resultado volumoso, mas que espelha o caudal ofensivo do Penamacorense e o desacerto defensivo da Atalaia que teve no seu Guarda Redes Rui Pedro o seu melhor elemento, pois apesar de ter sofrido seis golos, teve um punhado de excelentes defesas que evitaram um resultado ainda mais desnivelado. Por parte do Penamacorense, destaque para a exibição de Luís Graça, que marcou, jogou e fez jogar...

Bruno Nave e seus pares, fizeram uma exibição de bom nível,


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados