RCB/TuneIn
Quarta, 18 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
ARM?NIO CARLOS NA COVILH?
O secret?rio geral da CGTP reivindica um aumento di?rio de um euro no sal?rio m?nimo nacional. A proposta foi recordada por Arm?nio Carlos na concentra??o nacional convocada pelo sindicato t?xtil da Beira Baixa em defesa do aumento de sal?rios e pelo refor?o da negocia??o colectiva.
Por Nuno Miguel em 18 de Apr de 2012

Arménio Carlos sublinha que esta iniciativa "está inserida num conjunto de propostas que temos vindo a reivindicar e que, no nosso entender, são fundamentais para relançar a actividade económica como por exemplo uma redução das facturas da energia e telecomunicações; este aumento de um euro por dia quer valorizar os salários e reforçar o poder de compra dos trabalhadores".

O secretário geral da CGTP reagiu ainda à posição assumida ontem pela UGT que admite rasgar o último acordo de concertação social caso o governo se continue a recusar a cumprir a sua parte do acordo. Para Arménio Carlos 2essa situação está a procurar distrair a opinião pública sobre novas medidas gravosas que o executivo se prepara para implementar no que respeita à redução dos valores de indeminização e novas reduções na área da protecção social".

Para o presidente do sindicato têxtil da Beira Beira esta concentração teve como grande objectivo "valorizar o papel dos trabalhadores que estão a sofrer cada vez mais ataques em áreas como a contenção salarial e a redução de direitos". Luís Garra deixa ainda críticas às associações patronais que "à boleia de algumas propostas que já estão entregues na assembleia da república estão a bloquear os processos de negociação colectiva".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados