RCB/TuneIn
Segunda, 16 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
DECIS?O TOMADA
O Tribunal Eclesi?stico da Guarda determina a readmiss?o de Am?ndio Melo como irm?o da Santa Casa da Miseric?rdia de Belmonte.
Por Nuno Miguel em 19 de Nov de 2008

O processo remonta há sensivelmente um ano quando a mesa administrativa decidiu excluir Amândio Melo dessas funções devido a 2 violações dos estatutos da instituição. João Gaspar, provedor da Santa Casa de Belmonte diz que "decidimos tomar essa posição uma vez que na qualidade de vice-provedor, Amândio Melo esteve sempre ausente da vida da instituição e também porque deixou de pagar as quotas".

Apesar de o tribunal eclesiástico ter vindo agora determinar a readmissão, os órgãos da misericórdia, diz João Gaspar  "já tinham decido reintegrar Amândio Melo, uma vez que o assunto não chegou a ser analisado em assembleia geral e brevemente o irmão vai receber uma carta onde vamos explicar todo o processo".

O tema vai ser analisado numa reunião da assembleia geral da misericórdia de Belmonte, marcada para o próximo dia 26. Contactado pela RCB o presidente do órgão, António Dias Rocha, garante que apesar da decisão da mesa administrativa "nunca houve qualquer deliberação da assembleia geral sobre o assunto; como tal é meu entendimento que o senhor Amândio Melo é irmão de plano direito da misericórdia".

Amândio Melo espera que nesta reunião magna se proceda "á sua efectiva reintegração como irmão da Santa Casa, uma vez que sempre tive uma postura correcta e nunca tomei atitudes que possam ser considerados prejudiciais à instituição". O presidente da câmara de Belmonte manifesta ainda a sua "estranheza sobre esta situação e lamento que nunca me tenham sido explicados os reais motivos que levaram à minha exclusão".

O autarca considera ainda que "toda esta situação è injusta" e motivou o envio de todo o processo para o bispo da diocese da Guarda. O tribunal eclesiástico vem agora dar razão ao autarca e determinar a sua readmissão como irmão da Santa Casa da Misericórdia de Belmonte.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados