RCB/TuneIn
Terça, 23 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
MUSEU ACOLHE EXPOSI??O
O sal?o nobre do museu de Francisco Tavares Proen?a J?nior, em Castelo Branco, recebe, a partir de hoje, a exposi??o ? Caligrafias ? um espa?o, um limiar?, comissariada por Maria Jo?o Fernandes.
Por Paulo Pinheiro em 31 de Oct de 2008

A exposição é um projecto onde se relaciona a palavra com a imagem, a poesia com a pintura e que permite a integração na mostra de obras da colecção de pintura contemporânea pertencentes à colecção do museu de Francisco Tavares Proença Júnior, tais como “Indício de Naufrágio” de Artur Bual, “Zen” de Eurico, o “ Voo dos Amantes” de Júlio dos Reis Pereira e “ Sem coisas como palavras” de Cruzeiro Seixas. 

De acordo com a directora do museu de Castelo Branco, a exposição “possibilita não só a divulgação de obras de acervo mas também a sua leitura e interpretação num conjunto mais vasto que ultrapassa a colecção”. A mostra acompanha a publicação do livro “Caligrafias e Nascente dos Nomes” de Maria João Fernandes, uma edição da Fundação Portuguesa das Comunicações, que é apresentado conjuntamente com a obra “ Duplo Esplendor” de Gonçalo Salvado. 

A exposição “ Caligrafias – um espaço, um limiar” estará patente no salão nobre do museu de Francisco Tavares Proença Júnior até 1 de Fevereiro de 2009


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados