RCB/TuneIn
Domingo, 20 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
PREVEN??O DO CANCRO DA MAMA
Est?o a diminuir os n?meros de mortalidade relacionadas com esta doen?a na regi?o. O refor?o no rastreio e na detec??o precoce continua a ser a melhor forma de prevenir o problema.

Por Paulo Pinheiro & Nuno Miguel em 30 de Oct de 2008

Os últimos dados conhecidos sobre o distrito de Castelo Branco remontam a 2005, onde foram detectados 400 casos dos quais resultaram 30 mortes. Desde então os números têm vindo a diminuir” uma vez que os tratamentos são mais eficazes e os casos são detectados de forma mais precoce”, diz Patrícia Tchang, médica do serviço de obstetrícia e ginecologia do centro hospitalar da Cova da Beira.

 

Nos últimos dois anos foram tratados “ perto de 12 casos” no serviço de cuidados paliativos do hospital do Fundão. Números que “ ficam a dever-se a detecção tardia porque há ainda alguns tabus em relação a este problema” diz o director daquela unidade. Para Lourenço Marques “ estes números revelam que é fundamental continuar a aposta na área da prevenção” .

 

Na Covilhã está em formação um núcleo da liga portuguesa contra o cancro e pretende “apoiar todas as mulheres que se vejam confrontadas com este problema” diz Fátima Pires, uma das principais impulsionadoras desta ideia. Actualmente um grupo de seis mulheres que já lidou com a doença presta serviço de voluntariado no CHCB, mas a criação deste núcleo permitira “ realizar outro tipo de acções”.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados