RCB/TuneIn
Segunda, 21 Set 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
JORGE FAEL COMENTA SENTEN?A
Apesar do Tribunal Central Administrativo do Sul ter anulado a senten?a do Tribunal Administrativo de Castelo Branco no caso da perda de mandato de Fausto Batista, o eleito da CDU na Assembleia municipal da Covilh?, que apresentou a queixa diz que valeu a pena pelo efeito clarificador e pedag?gico.
Por Paula Brito em 28 de Oct de 2008
Exemplo disso, segundo Jorge Fael, foi a postura de Fausto Batista ao longo do processo “na assembleia municipal onde foi votada a privatização o senhor presidente votou favoravelmente, mas na assembleia seguinte quando foi votado o interesse público do negócio o senhor presidente esteve no lugar do público”. Jorge Fael acredita que desta forma a CDU contribuiu para clarificar águas “nós conseguimos que o senhor presidente percebesse que uma coisa são negócios e outra o exercício de cargos públicos”.


Quanto ao facto de Fausto Batista estar a equacionar mover uma acção em tribunal a Jorge Fael “se quiser está à vontade porque vai ter que provar um único ponto na minha exposição que esteja errado, provavelmente vai ter que arrolar o ministério público que foi quem moveu a acção”.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados