RCB/TuneIn
Quinta, 19 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
3? DIVIS?O COM MAIS DOIS DERBYS REGIONAIS
Emo??es fortes nos jogos em que estiveram envolvidos quatro dos cinco clubes do distrito, no campeonato nacional da 3? divis?o s?rie D. Divis?o de pontos entre Unhais e Sertanense, vit?ria folgada do Benfica e Castelo Branco sobre a Atalaia e a ADEP n?o se deu com o Sourense e perdeu por 1-0.
Por José Joaquim Ribeiro em 26 de Oct de 2008
O Unhais da Serra teve o pássaro na mão mas deixou-o fugir já em tempo de compensações dados pelo árbitro do encontro. A equipa de António Real conseguiu, desde o minuto 38, altura em que conseguiu marcar o segundo golo da partida, aguentar a pressão que o Sertanense passou a exercer sobre a sua baliza. Quando já não se esperava que o empate fosse o resultado final, o Sertanense, por intermédio de Marco Farinha, marcou um golo que criou muita polémica e desavenças entre alguns dos intervenientes na partida.

O Unhais foi a primeira equipa a marcar, por intermédio de Mica, mas teve pouco tempo para festejar esta vantagem. Teve pouco tempo por que o Sertanense, um minuto depois conseguiu chegar à igualdade, por intermédio de Pedro Miguel, na sequência de um pontapé de canto. Ainda na primeira parte, aos 38´ foi a vez de Picas finalizar com êxito, fazendo o 2-1. Na segunda parte o Sertanense, fazendo jus à sua condição de líder, cresceu no terreno, teve ocasiões para marcar, mas lá estava a defensiva do Unhais a revelar-se autoritária e muito solidária, na defesa desta preciosa vantagem. Como o jogo só termina quando o árbitro apita para o final, o Sertanense acreditou e chegou ao tento que lhe deu a conquista de um ponto e a manutenção da liderança da série D.

O Benfica de Castelo Branco venceu por 4-2 a equipa da Atalaia do Campo, mas não se pense que foi um triunfo fácil. É provável que a maior experiência dos encarnados tenha sido fundamental para o desfecho da partida, no entanto importa dizer que os albicastrense só na segunda parte conseguiram superar- se a si próprios. O Benfica marcou ainda na primeira parte, 33´, por Miguel Vaz, na conversão de uma grande penalidade, na segunda parte aumentou para 2-0, aos 67’, de novo por Miguel Vaz na conversão de um livre, batido de forma superior, o 3-0 teve a assinatura de Anderson, aos 75’. Ucha, que se está a revelar um grande goleador, reduziu aos 78’, mas o jovem Francisco Sordo voltou a dar a vantagem de três golos aos encarnados. O resultado final foi fixado, de novo por Ucher, já para lá dos 90 minutos.

Em Penamacor a equipa da ADEP esteve muito longe da equipa que tem surpreendido os seus adversários no seu estádio. Não conseguiu ter argumentos para se superiorizar ao Sourense e deixou que o seu adversário chegasse ao golo logo no primeiro minuto do segundo tempo, apontado por intermédio de Marco Paiva. Quando se esperava que a equipa de Vítor Salvado reagisse a esta adversidade, não foi isso que aconteceu. A equipa manteve-se distante e sem a chama necessária que permitisse dar a volta ao marcador.

O Sertanense lá continua na liderança desta série D, com 15 pontos, mais um que o Peniche enquanto que Benfica e Castelo Branco se posiciona no terceiro posto, com 13 pontos, ADEP e Atalaia estão na 7ª oposição, com oito pontos e o Unhais da Serra está no 10º posto, com 7 pontos.

Na próxima jornada o Sertanense recebe o Torres Novas, o Benfica vai até Peniche, o Penamacorense desloca-se a Caldas da rainha, o Unhais visita Soure e a Atalaia do Campo recebe a visita do Sp. Pombal.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados