RCB/TuneIn
Quarta, 17 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
CARLOS PINTO SUGERE EXTIN??O DA CP
Carlos Pinto sugere ao governo a extin??o da CP. O autarca covilhanense lamenta a aus?ncia de um plano ferrovi?rio nacional e diz que ? um insulto ? regi?o o encerramento da linha da Beira Baixa entre a Covilh? e a Guarda.
Por Paula Brito em 23 de Dec de 2011

Para Carlos Pinto, a CP é uma empresa sem crédito, no sentido lato da palavra "sem crédito financeiro e sem crédito de credibilidade que serve apenas para acolher quadros porque políticas de transporte não tem". Por isso o autarca suger ao Primeiro Ministro "que faça este obséquio ao país e que extinga aquela indigência empresarial e que nos apresente soluçõs para o transporte ferroviário que, mesmo no quadro actual, tem mercado para poder trabalhar".

Para o autarca covilhanense, o encerramento da linha da Beira Baixa entre a Covilhã e a Guarda é "um insulto à região". Carlos Pinto considera "indamissível que a linha da Beira Baixa fique amputada em Castelo Branco e, ao mesmo tempo, por erros do anterior governo, temos que pagar as portagens mais caras da Europa".

As críticas do autarca à empresa de transportes ferroviários e à introdução de portagens são a tónica do artigo de opinião publicado esta semana no semanário Notícias da Covilhã. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados