RCB/TuneIn
Quinta, 17 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
ANA MANSO N?O ABDICA DE SERVI?O DE MATERNIDADE
A continuidade da val?ncia de obstetr?cia no hospital Sousa Martins no hospital Sousa Martins ? uma das grandes prioridades na nova presidente do conselho de administra??o da unidade local de sa?de da Guarda.
Por Nuno Miguel em 22 de Dec de 2011

Na cerimónia de tomada de posse, Ana Manso deixou um apelo a todos os habitantes daquele distrito "para que escolham a maternidade da Guarda para a realização de partos" por forma a atingir o número de 1500 por ano, definido pela organização mundial de saúde. A nova presidente da ULS da Guarda afirma que "o reforço do nosso departamento da criança e da mulher é, para nós, uma questão prioritária".

Recorde-se que, na última semana, um estudo realizado pelo grupo técnico da reforma hospitalar defendeu a concentração de todos os nascimentos no eixo Guarda/Castelo Branco em apenas um serviço de neonatologia. Questionado sobre o tema o secretário de estado da saúde, que presidiu a esta cerimónia, refere que "a média de 600 partos é um número reduzido para justificar a existência de três serviços num raio de 100 quilómetros". Ainda assim, Manuel Teixeira considera que "qualquer decisão tem de ter em conta a especificidade desta região sem ser um debate apenas dominado pela emoção".

Manuel Teixeira mostrou ainda total desconhecimento sobre a eventual reabertura do processo de constituição do centro hospitalar da Beira Interior. O secretário de estado da saúde refere que "uma questão desse tipo só pode ser equacionada depois de concluída a elaboração do novo modelo da carta hospitalar".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados