RCB/TuneIn
Sexta, 19 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
ASSEMBLEIA DE FREGUESIA REJEITA PROPOSTAS
A junta de freguesia de Castelo Novo viu, na última sessão da assembleia de freguesia, reprovadas duas propostas. Uma delas, é a cedência de imóvel à freguesia propriedade de Vítor Martins, actual presidente da assembleia municipal do Fundão.
Por Paulo Pinheiro em 23 de Oct de 2008

A habitação está situada junto à capela de Nº Senhor da Misericórdia e a sua localização é considerada pela junta de freguesia como ideal para a construção da casa mortuária da aldeia. No passado dia 26 de Setembro, a autarquia submeteu o assunto à assembleia de freguesia mas a proposta foi rejeitada, com quatro votos contra. De acordo com o presidente da junta, os elementos que a recusaram não deram qualquer justificação.

Manuel Lima mostra-se indignado com a situação “ é um escândalo! Mas não desisto de na próxima sessão levar novamente a proposta”. O presidente da junta de freguesia de Castelo Novo entende ser fundamental para a aldeia a construção da casa mortuária” está uma candidatura em marcha para que seja construída, senão tivermos o imóvel não há casa mortuária” e “ temos todas as condições e argumentos e porque é uma cedência gratuita do Dr. Vítor Martins”.

 Chumbada foi também a proposta da junta de legalizar todo o património que a autarquia possui. De acordo com Manuel Lima, apenas uma casa adquirida, este mandato, está legal os restantes imóveis estão fora da lei porque não existem escrituras “a sede da junta, o forno público, o posto médico e o centro de dia estão todos ilegais”. O presidente da junta de freguesia de Castelo Novo não se conforma e na próxima sessão vai novamente colocar à discussão as duas propostas. 

Há mais de um ano que o autarca perdeu a maioria na assembleia de freguesia na sequência de problemas registados com a ex-secretária e outro membro daquele órgão. Os dois elementos foram eleitos na lista de Manuel Limas mas deixaram de apoiar o executivo. O presidente da junta desafia-os a demitirem-se e espera que não voltem a integrar qualquer lista em próximas eleições.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados