RCB/TuneIn
Terça, 26 Mar 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
ARM?NIO CARLOS NA UBI
Trabalhadores do distrito de Castelo Branco est?o esclarecidos sobre os motivos da greve geral agendada para a pr?xima quinta-feira e mobilizados para aderir a esta paralisa??o. ? esta pelo menos a convic??o daquele membro da comiss?o executiva da CGTP, que realizou visitas ? v?rias institui??es da regi?o.
Por Nuno Miguel em 22 de Nov de 2011

Neste périplo pelo distrito, Arménio Carlos reuniu com trabalhadores da escola secundária Amato Lusitano, em Castelo Branco, e dos serviços sociais da universidade da Beira Interior. O dirigente da comissão executiva da CGTP marcou ainda presença em plenários nas empresas "Carveste", em Caria e a "Penteadora" em Unhais da Serra.

Arménio Carlos sublinha que "foi possível encontrar uma grande receptividade das populações em travar as políticas de ataque aos direitos dos trabalhadores que o governo tem vindo a implementar e por isso estamos convictos de que vamos ter aqui uma grande greve geral".

O dirigente da CGTP considera que o distrito "está a sofrer dos mesmos problemas doutras regiões do país, mas agravados pela questão da interioridade; temos um tecido produtivo que está a definhar, os trabalhadores do sector público e do sector privado a ser atacados e é contra isto que, estou convicto, eles se vão manifestar depois de amanhã".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados