RCB/TuneIn
Sábado, 22 Set 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
LUÍS GARRA CONTESTA CORTE DE FERÍADOS
O coordenador da união de sindicatos de Castelo Branco não poupa nas críticas ao acordo estabelecido entre o governo e a conferência episcopal Portuguesa para a supressão de quatro feriados; dois civis e outros tantos religiosos, no calendário do próximo ano.
Por Nuno Miguel em 21 de Nov de 2011

Para Luís Garra "trata-se de mais um ataque aos direitos dos trabalhadores porque a produtividade nacional nada tem a ver com o elevado número de dias feriado". O coordenador da união de sindicatos acrescenta que "ao ouvir o que foi dito pelo cardeal Policarpo Cerejeira interrogo-me sobre se são estes valores que ensinamos à nossa sociedade".

O coordenador da União de Sindicatos não poupa ainda nas críticas às políticas de cortes orçamentais que o governo tem vindo a implementar. Para Luís Garra "o desenvolvimento do país não pode fazer-se apenas à custa da redução do défice e quando eu olho para o primeiro ministro, para os ministros das finanças e da economia e para o capitão-mor que está em Belém revejo as receitas salazarentas que deixaram Portugal com décadas de atraso em relação a outros países".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados