RCB/TuneIn
Terça, 01 Dez 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
MUNIC?PIOS DA REGI?O AMEA?AM SAIR DO PDTSE
Se os ?rg?os decisores do novo P?lo de Desenvolvimento Tur?stico da Serra da Estrela (PSTSE) n?o forem compostos maioritariamente pelas c?maras municipais h? autarquias que n?o v?o participar deste novo organismo. A Covilh? ? uma delas.
Por Paula Brito em 13 de Oct de 2008

Outras da categoria:

A confirmação deixada pelo presidente da câmara da Covilhã em entrevista ao programa "Flagrante Directo" da RCB. Segundo Carlos Pinto, "os órgãos decisores têm que ter composição maioritariamente dos municípios, e a agregação de outras entidades deve fazer-se de forma supletiva e secundária em relação ao papel principal dos municípios". Se assim não for, "há muitos municípios que não vão participar neste processo, e a Covilhã é um deles".

A criação do Pólo de Desenvolvimento Turístico da Serra da Estrela resulta do novo quadro legal que reorganiza o sector do turismo em Portugal e que extinguiu, em Abril último, a Região de Turismo da Serra da Estrela. O ex-presidente da extinta região de turismo, Jorge Patrão, é também o presidente da comissão instaladora do novo pólo a quem alguns municípios, através de carta, fizeram chegar o seu descontentamento pela forma como estavam a ser elaborados os estatutos. Em entrevista ao "Flagrante Directo" da RCB no passado sábado, Carlos Pinto lamentou que a comissão instaladora ainda não tivésse chamado os municípios para falar sobre esta matéria.

Entretanto os municípios solicitaram "há cerca de três semanas" uma reunião ao secretário de estado do turismo, mas até à data sem resposta. Segundo Carlos Pinto "ou o senhor secretário de estado anda distraído, ou não imagina o que pode acontecer na região, em termos de turismo, se os municípios não forem ouvidos e não atenderem as suas razões".

O que pode acontecer, segundo o aurtaca, é que a maioria dos municípios se exclua desta nova realidade. Para Carlos Pinto este novo organismo tem que ser diferente do passado, "o que temos tido é uma gestão sem acção turística relevante" critica o autarca que espera que o novo pólo "envolva os municípios, tenha um programa actuante que faça crescer efectivamente o número de visitantes na região e que promova o nome Serra da Estrela de forma a que todos os municípios se revejam nessa promoção".

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados