RCB/TuneIn
Domingo, 15 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
FUND?O SOMA A PRIMEIRA VIT?RIA DA ?POCA
A Desportiva do Fund?o registou a primeira vit?ria da temporada ao bater a forma??o do Vitoria de Sernache por 2-1. ?scar Menino e Rui Paulo foram os autores dos golos.
Por Rui Fazenda em 12 de Oct de 2008
A Desportiva do Fundão registou a primeira vitória da temporada ao bater a formação do Vitoria de Sernache por 2-1. Óscar Menino e Rui Paulo foram os autores dos golos.

O Fundão entrou a todo gás na partida, logo aos12 minutos Óscar Menino, na sequência de um canto fez o tento inaugural da partida, ao desviar de cabeça o cruzamento de Ricardo Fonseca. Um lance onde a defensiva do Vitoria de Sernache facilitou deixando o experiente médio fundanense sem marcação no interior da pequena área. A ganhar por uma bola a zero a Desportiva poderia ganhar alguma tranquilidade, mas o Vitória reagiu e aos 26 minutos Miguel Farinha fez um grande golo, fazendo um remate em “Volei” a entrada da área colocando a bola no ângulo superior direito da baliza de Tiago... Um golaço...

Este tento podia galvanizar os homens de António Joaquim, mas aos 30 minutos num lance inofensivo, Dário atrasou a bola para o guardião Belmiro que, sozinho, não consegui pontapear a bola para fora da sua área disso se aproveitou Rui Paulo para fazer o 2-1. Um grande Frango do Keeper do Sernache!

O Intervalo surgiu com um 2-1 para os homens da casa.

Para o segundo tempo, o Vitória surgiu mais atrevido estendendo mais as suas linhas. Disso se aproveitou o Fundão que, com uma defesa superiormente liderada por Luciano, não deu espaços ao adversário e aproveitava o balanceamento ofensivo do Sernache para em contra ataque criar perigo. No segundo tempo a Desportiva dispôs de um punhado de ocasiões em que podia ter ampliado a vantagem. Teve inclusivamente um tento anulado a Ricardo Fonseca, num lance duvidoso em que Hélder Ferreira, árbitro assistente de Carlos Silva, considerou posição irregular ao homem do Fundão.

Vitória justa da ADF, que aproveitou as oportunidades que teve na primeira parte para construir o resultado. O Vitória de Sernache só se pode queixar de si próprio pois sofreu dois golos muito consentidos.

O árbitro Carlos Silva realizou um trabalho de bom nível, no entanto o desempenho da equipa de arbitragem fica penalizado pelo excesso de protagonismo de Hélder Ferreira o árbitro assistente que, para além do lance em que anulou o golo fundanense ( aqui temos que dar o beneficio da dúvida, pois estava melhor colocado que nós ), teve algumas decisões erradas e pareceu sempre mais preocupado com o que se dizia no banco da Desportiva do que com o que se passava no terreno de jogo.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados