RCB/TuneIn
Domingo, 17 Dez 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
POLITÉCNICO DE CASTELO BRANCO APAGA 31 VELAS
No cenário de crise que vive o país ganha particular relevo a reorganização do ensino superior. A ideia defendida por Carlos Maia na cerimónia comemorativa dos 31 anos do politécnico albicastrense. O presidente do instituto denunciou ainda a existência de uma "assimetria gritante" na distribuição de vagas em Portugal.
Por Paula Brito em 31 de Oct de 2011

O presidente do Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB) deixou como exemplo o presente ano lectivo em que mais de 50% das vagas foram para estabelecimentos de ensino superior  de Lisboa, Porto e Coimbra "52,2% do total das vagas deste ano estão concentradas nestas três cidades". Carlos Mais defende uma análise "séria e rigorosa" do que se pretende para o país com o objectivo de "garantir a sustentabilidade do sistema e a coesão de todo o território nacional". 

Carlos Maia não duvida que o IPCB "é o principal motor de desenvolvimento da cidade e da região". A prová-lo estão os números "a comunidade académica do instituto representa 18% da população da cidade de Castelo Branco e o impacto económico anual na região é de 45 milhões de euros".

Carlos Maia aproveitou a presença do secretário de estado do ensino superior para recordar a necessidade de desbloquear as verbas do Protec- programa especial de apoio à formação de docentes do ensino superior politécnico e que no caso do politécnico de Castelo Branco "ascende a 278 000 euros". 

O secretário de estado do ensino superior não avançou com qualquer garantia em relação a esta ou outras questões financeiras uma vez que o período é de "discussão do orçamento de estado" para o próximo ano. Mas há uma questão que para o governante nunca pode ser descurada "a qualidade do ensino superior onde está depositada grande parte da esperança do futuro do país".

Nas comemorações dos 31 anos do IPCB foram homenageados 50 funcionários da instituição com 25 anos de serviço e entregues os prémios de mérito aos melhores alunos das 6 escolas do Instituto.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados