RCB/TuneIn
Terça, 26 Mar 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
MUITA CHUVA E POUCA UVA
O Instituto da Vinha e do Vinho prev? uma quebra de 20 a 25% na produ??o de uvas este ano. Mas ? na Beira Interior que a campanha das vindimas vai ter uma redu??o mais acentuada com uma diminui??o na ordem dos 50%.
Por Paula Brito em 27 de Aug de 2007

Na Adega Cooperativa do Fundão a previsão é de reduzir para metade a produção do ano passado. As fortes chuvas da Primavera e do início do Verão prejudicaram a floração e estão na origem de um dos piores anos da última década "só tivémos um ano pior que este em 1998" diz Albertino Nunes. Mas para o presidente da direcção da Adega do Fundão apesar da quebra na produção "o ano pode ser rentável já que escassez faz aumentar o preço dos vinhos".

Na Adega Cooperativa da Covilhã o cenário é idêntico. Bidarra Andrade arrisca um valor acima dos 50% de quebra em relação à produção do ano passado em que deram entrada na cooperativa covilhanense 2 milhões e 600 mil quilos de uva "a quebra este ano deve situar-se entre os 50 e os 60% e estou a ser optimista". Apesar da redução na quantidade o presidente da Adega da Covilhã espera manter a qualidade.  


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados