RCB/TuneIn
Quinta, 18 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
H? D?VIDA ESCONDIDA EM PENAMACOR?
A quest?o foi levantada na ?ltima reuni?o p?blica do executivo pela oposi??o que h? mais de um ano e meio que aguarda resposta a um requerimento sobre as obras adjudicadas por ajuste directo nos anos de 2008 e 2009.
Por Paula Brito em 21 de Oct de 2011

A ausência de resposta por parte da maioria levou Vítor Gabriel a levantar algumas questões na última reunião pública do executivo "será que a câmara só deve 12 milhões de euros?, será que esta ocultação da informação não quer dizer mais do que isso?".

Na resposta o presidente da autarquia, Domingos Torrão, garante que "não há dívida escondida". Quanto às obras o autarca diz que há seis obras a decorrer no concelho entregues por ajuste directo ou concurso público, a saber: "o cruzamento das aldeias, a rua de Sta. Marta na Benquerença, o centro educativo que apesar de concluído falta uma parte na envolvente, o caminho agrícola de Aldeia do Bispo Penamacor, a zona de lazer da barragem da Meimoa e o centro de estudos Ribeiro Sanches são as obras que estão a decorrer e que queremos finalizar uma vez que estão devidamente contratualizadas".

Para além destas obras da responsabilidade da autarquia, o presidente da câmara de Penamacor considera que há outras duas que estão a decorrer no concelho e que serão "obras âncora" para a economia local é o caso do hotel spa de Penamacor e os cuidados continuados do lar D. Bárbara Tavares da Silva.

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados