RCB/TuneIn
Quarta, 20 Mar 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
JOS? ALBERTO MARQUES NA COVILH?
O poeta ? o convidado desta noite do Caf?-Liter?rio, organizado pela c?mara municipal da Covilh?. O evento realiza-se no caf? Solverde, no centro comercial da Esta??o, pelas 21:30H.
Por Paulo Pinheiro em 20 de Sep de 2011

Sobre José Alberto Marques

José-Alberto Marques nasceu em Torres Novas em 1939 e é um dos poetas mais conhecidos e consagrados da poesia portuguesa contemporânea, assim como um grande produtor de romances experimentalistas controversos.
A sua actividade nos domínios da performance, instalação e do happening é também de salientar.


Publicou livros infanto-juvenis. Foi professor do ensino secundário durante muitos anos e leccionou na Covilhã, na Escola Industrial e Comercial Campos Melo, entre 1964 e 1970. Das suas obras em poesia destacam-se: "Hoje, Mas", "Estórias de Coisas", "Antologia da Poesia Concreta em Portugal -nbsp;com E.M. de Mello e Castro", "Eu disse que Baudelaire andava a pé", "Hiperlíricas" e "I'Man".

Na prosa destaque para: "Sala Hipóstila", "Elefante de Setrai", "Nuvens no Vale" e "As Tiras da Roupa de Macbeth". Ganhou vários prémios, entre eles o 1º Prémio Nacional de Literatura Infanto-Juvenil, e o seu último livro, "British Barthes", vai ser editado brevemente pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda.


Fez exposições de poesia visual em vários países e foi antologiado em múltiplas edições portuguesas e estrangeiras. O primeiro número da revista "Golpe", de Setembro de 2011 e editado pela Faculdade de Letras de Lisboa, consagra o poeta que escreveu em 1958 o primeiro poema concreto publicado em Portugal.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: CMC


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados