RCB/TuneIn
Segunda, 22 Abr 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
SCC PERDUL?RIO
Ap?s duas perdidas escandalosas de Elivelton, o Sporting da Covilh? n?o foi al?m de um empate sem golos frente a um Feirense que nunca foi superior aos serranos.
Por César Duarte Ferreira & Miguel Malaca em 29 de Sep de 2008

Após dez minutos de pressão dos forasteiros, que resultaram em duas boas situações de golo, por Moisés aos 4 minutos e por Hélder Castro aos seis minutos, o encontro pertenceu por inteiro aos serranos. Mais emoção que futebol, porque a qualidade futebolística esteve sempre longe de ser a melhor. Djkine de cabeça deu o primeiro aviso na sequência de um canto, para aos 23 minutos surgir a grande oportunidade do jogo: cruzamento de Paulo Campos que Basílio cabeceia à trave e depois Elivelton com a baliza escancarada, demorou uma eternidade e permitiu a defesa do guardião Luís Almeida.

Assim, chegava ao fim uma primeira metade carregada de emoção, mas nem sempre bem jogada.

No segundo tempo, apenas um lance de registo, minuto dois, excelente cruzamento de Vladimir, que encontra a cabeça de Elivelton, que dentro da pequena área atira à figura do guarda-redes forasteiro.

Mais uma vez, os serranos pagaram com pontos, a falta de eficácia dos seus avançados e no final ficou o amrgo de boca dos adeptos em não terem vencido a partida.

Quanto ao arbitro Rui Costa, este mal no aspecto disciplinar, mas realizou um trabalho tranquilo.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados