RCB/TuneIn
Segunda, 22 Abr 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
PCP CRITICA GOVERNO
O executivo da direc??o da organiza??o regional de Castelo Branco (DORCB) do PCP acusa o executivo liderado por Jos? S?crates de agravar a situa??o econ?mica e social no distrito. O partido comunista portugu?s apoia as ac??es de luta previstas para o dia 1 de Outubro e realiza campanha de esclarecimento e mobiliza??o denominada ? ? tempo de lutar. ? tempo de mudar! Mais for?a ao PCP
Por Paulo Pinheiro em 29 de Sep de 2008

Para a DORCB do PCP, no distrito, o governo tem concretizado uma política que “ fez disparar as injustiças e a exclusão social”. Em nota enviada à comunicação social, o partido comunista português considera que o processo de falências ou estrangulamento de muitas pequenas e médias empresas tem continuado assim como o crescimento do desemprego, cuja taxa na região ronda os 22%. “bem superior à média do país, mesmo considerando os números reais e não as mistificações do governo”.

 Um quadro de “definhamento económico e social e do tecido produtivo da região, do crescimento de assimetrias e de desertificação, de que é responsável o PS”, acusa o partido comunista português. Para o PCP, é necessária e urgente a ruptura com as políticas de direita do Governo, “É tempo de lutar, é tempo de mudar! Mais força ao PCP”.

Este é o lema de uma campanha que os comunistas realizam durante o mês de Outubro. Iniciativa que passa pelo apoio às acções programadas para o dia 1 de Outubro, dia nacional de luta convocado pela CGTP, entre outras, um cordão humano a realizar em Castelo Branco e também pela distribuição de folhetos na Serra Shopping da Covilhã e no Fórum Castelo Branco, hoje junto à empresa Paulo de Oliveira, amanhã na Carveste, a 3 de Outubro na Massito e na Portucel e dia 7 na Delphi e no Call Center em Castelo Branco. 

No âmbito da preparação do décimo oitavo congresso, o partido comunista português tem agendado, para 10 de Outubro, em Castelo Branco, uma sessão pública com a presença de Aurélio Santos.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados