RCB/TuneIn
Sexta, 29 Mai 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
"O BAPTISMO DA GAIVOTA"
? o t?tulo da exposi??o que at? ao final do m?s de Setembro, est? patente na casa de artes e cultura do Tejo, em Vila Velha de R?d?o, da autoria de Carlos Pedro.
Por Paulo Pinheiro em 12 de Sep de 2011

Carlos Pedro é natural de Sesmos, uma pequena aldeia do distrito de Castelo Branco. Em 2008, realizou em Itália – Carrara, o programa de mobilidade Erasmus. Concluiu, em 2010, a licenciatura em Artes Plásticas – Pintura, na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. Em 2010, leccionou Educação Visual em Grândola.

Actualmente, é estudante na Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa, onde procura complementar as artes visuais com as artes culinárias.

A escolha do nome da exposição, "O Batismo da Gaivota", deve-se ao facto desta ser a primeira exposição individual do autor.  Este título coincide também com o título dado a uma gravura que vai ser exposta na exposição, onde se ilustra um fragmento da "História de uma Gaivota e de um Gato que a Ensinou a Voar" (Luís Sepúlveda).  

Nesta mostra o público vai assistir a uma celebração espiritual que marca o status na vida do autor, delimitando o início da vida de "ser voador".

Segundo o autor “Aprender a voar é só o início. Antes de voar ela tem de ser batizada, ou seja, é celebrado um ritual de passagem, onde não cai água sobre a testa, mas onde é assumida uma vida de alquimista voador. Uma espécie de rituais yawalapiti. Aqui, é declarado o início e o fim de uma carreira de artista plástico, cedendo a virtude a um artista visual que dá prioridade à essência dos sabores e alquimias. Que substituiu o romantismo de uns tubos, uma paleta e um pincel, pela crueldade de matar uma lagosta no exacto momento em que esta entra dentro da panela. Oxalá que todos os jovens encontrem as suas vocações. Nem que a única vocação seja a persistência.” Carlos Pedro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Naturtejo


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados