RCB/TuneIn
Domingo, 05 Jul 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
MANUEL FREXES INDIGNADO
O presidente da c?mara do Fund?o considera que a eventual agrega??o de munic?pios, prevista no memorando assinado entre o governo e a "troika" n?o pode servir de pretexto para alguns autarcas contornarem a lei de limita??o de mandatos.
Por Nuno Miguel em 25 de Aug de 2011

Outras da categoria:

Na última reunião pública do executivo fundanense, Manuel Frexes sublinhou que "qualquer tentativa nesse sentido deve ser repudiada uma vez que os autarcas podem exercer funções durante três mandatos consecutivos e há autarcas que estão a defender essa agregação de municípios por forma a contornar a lei e poderem candidatar-se novamente".

Embora reconheça a necessidade de o novo governo levar por diante um processo de reorganização administrativa, o presidente da câmara do Fundão refere que "esse modelo não pode ser feito contra a vontade das populações e deve evitar quaisquer situações de conflitualidade que, no actual contexto, não são desejáveis".

Uma reunião do executivo fundanense que ficou marcada pelo regresso do vereador do PS António Leal Salvado, depois de 90 dias de suspensão de mandato,e pela redistribuição de pelouros afectos a Jorge Garcêz. O vereador vai manter-se na autarquia mas qualquer cargo executivo em virtude de ter assumido funções no ministério da administração interna.Anteriormente tinha a seu cargo os pelouros da juventude e da protecção cívil.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados