RCB/TuneIn
Terça, 07 Abr 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
AGREGA??O E N?O EXTIN??O
Os autarcas sociais democratas est?o contra a extin??o de freguesias. A direc??o dos ASD esteve, na semana passada, reunida com o ministro dos assuntos parlamentares. Em an?lise diversos assuntos como a nova reforma administrativa, a nova lei das finan?as locais e o futuro do poder local, nomeadamente a sua sustentabilidade.
Por Paulo Pinheiro & Paula Charro em 15 de Aug de 2011

O presidente dos ASD é claro quanto à reforma administrativa: o debate deve iniciar-se, deve ser feita de baixo para cima, sem imposições, e com fusão de freguesias e não extinção

"Por exemplo, defendemos a possibilidade de uma junta governar 3 ou 4 freguesias dependendo da vontade de agregação de cada uma. Este é um debate que deve iniciar-se até 31 de Janeiro, sem criar tensões que não levam a lado nenhum, uma caminhada que deve ser feita com tranquilidade", refere Manuel Frexes 

Para o presidente da câmara do Fundão, os cortes podem ser feitos por exemplo na limitação de cargos nas autarquias

"Não faz sentido que haja assembleias municipais com 63 elementos (Fundão e Covilhã) outras com 49, 2 e outras com 150. O mesmo sucede para o número de vereadores do executivo e membros das assembleias de freguesia. Pode-se limitar muitos mandatos", sustenta o autarca.

De acordo com o presidente dos ASD, os primeiros diplomas enquadradores devem sair até final de Setembro para até 31 de Janeiro de 2012 o trabalho de casa estar concluído.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados