RCB/TuneIn
Quinta, 28 Out 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
SILVARES REIVINDICA P?LO INDUSTRIAL
Em dia de anivers?rio Silvares pediu ? c?mara do Fund?o que cumpra todas as promessas que assumiu com a vila sendo que no topo das prioridades est? o P?lo industrial.
Por Paula Brito em 28 de Jun de 2011

O projecto fez parte da tónica de todos os discursos da sessão solene comemorativa dos 16 anos de elevação de Silvares a vila. A começar por Joana Bento da bancada do Partido Socialista

"Ter na zona do Pinhal este importante instrumento de trabalho é ter a certeza d que mais nenhum jovem sairá do seu bairro, vila ou concelho em busca de melhores condições e evitar o fluxo migratório que está a repetir-se na vila", referiu a autarca socialista.

Para além do pólo industrial Mikaela Gil, da bancada do PSD, alertou o município para a necessidade de pagar os subsídios em atraso à associações e colectividades da vila

"Alertamos o município do Fundão para o pagamento devido às associações do concelho, cumprindo as promessas feitas. É necessário definir o que é mais importante: se dar vida às vilas e aldeias do concelho do Fundão ou dar um apoio astronómico a yuma equipa de futsal. O loteamento industrial é fundamnetal para a criação de emprego, será a única forma de estancar a desertificação", salientou a autarca social-democrata

O polo industrial, mais uma vez, e o centro comunitário das Lameiras são obras de que a câmara do Fundão, no entender do presidente da assembleia de freguesia, Carlos Catarino, não se pode alhear

"A CMF não se pode alhear de apoiar a conclusão desta obra (centro comunitário das Lameiras) e quanto ao loteamento industrial foi uma das obras que quando me convidaram para integrar a lista do PSD garantiram que ia ser feita. PAssados este anos ainda não e´euma realidade", constata Carlos Catarino. 

Carlos Jerónimo entende as restrições que a autarquia está a pedir às juntas de freguesia, mas o autarca de Silvares entende que o exemplo deve vir de cima e propõe um plano de racionalização de meios do município

"Tem que existir uma redução de custos no funcionamento da autarquia. É preciso tomar medidas de alguma dureza, mas têm que ser tomadas. É necessário repensar o número de cargos políticos, de nomeação, e atá as próprias empresas municipais", defende o presidente da junta.

Paulo Fernandes garantiu a Silvares que a câmara municipal, apesar de todos os entraves de ordem burocrática, legislativa e financeira, nunca desistiu, nem vai desistir do polo industrial

"Não desistimos do parque industrial de Silvares. Existe um milhão e 200 mil euros (80% do custo da obra) aprovados para investir. Damos a nossa palavra de honra que não desistimos do projecto, assim como não desistimos do projecto rio, que vai conhecer a sua escala internacional", garante o vice-presidente da autarquia fundanense.

O vice presidente da autarquia fundanense a responder às inúmeras reivindicações de Silvares no dia das comemorações dos 16 anos de vila.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados