RCB/TuneIn
Quinta, 21 Out 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
50 MIL EUROS DE INVESTIMENTO
Est? assinado o contrato de aluguer da herdade do Couto da V?rzea por parte da c?mara municipal de Idanha-a-Nova. O espa?o ? propriedade do minist?rio da agricultura mas est? abandonado h? v?rios anos e a autarquia pretende agora criar no local uma incubadora de empresas de base rural com capacidade para o desenvolvimento de 12 projectos.
Por Nuno Miguel em 28 de Jun de 2011

Álvaro Rocha, presidente da autarquia de Idanha, acredita que "este projecto pode ser uma mais valia para o nosso concelho; temos a hipótese de fixar aqui jovens agricultores, cujas empresas podem ficar na incubadora até um limite máximo de 10 anos, e esperamos que já no mês de Julho seja lançada a oferta dos terrenos e aprovado o regulamento de utilização para que em Setembro, se houver interessados, possam ser instaladas as primeiras empresas".

Rui Moreira, director regional de agricultura e pescas do centro sublinha que a assinatura deste contrato permite concretizar 2 objectivos "por um lado o estado dá o exemplo uma vez que a propriedade pode ser novamente rentabilizada com claros benefícios para o sector e por outro lado é um contributo que se dá no sentido de travar a desertificação que tanto se tem feito sentir em todo o interior".

A parte técnica vai ser supervisionada pela escola superior agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco. Carlos Maia, presidente da instituição, acredita que "este projecto pode dar um novo impulso à dinamização do sector agrícola no distrito; nós acreditamos sinceramente que esse é um caminho fundamental para promover o desenvolvimento da nossa região e, como é óbvio, não podiamos recusar o convite que nos foi endereçado para integrar esta parceria que todos esperamos que seja muito proveitosa".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados