RCB/TuneIn
Segunda, 03 Ago 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
IGREJA DA ESTA??O CONTINUA PARADA
O Bispo da diocese da Guarda est? a reapreciar todo o processo referente ? constru??o daquele templo, na Covilh? e diz que h? aspectos que precisam de ser clarificados
Por Nuno Miguel em 27 de Aug de 2008

Dois anos depois de ter assumido o cargo de bispo da diocese da Guarda, D. Manuel da Rocha Felicio reconhece que "estava à espera que neste momento o assunto já estivesse resolvido". A primeira pedra do templo foi colocada em 2002, mas as obras estão paradas há cerca de 1 ano. A construção desta igreja é uma ambição já com várias décadas e o bispo da diocese da Guarda acredita que "caso exista um impluso financeiro, os trabalhos podem novamente arrancar, e estou convicto que depois da obra terminada ela vai ser auto-sustentada".

D. Manuel felicio recorda que "quando a obra foi lançada houve algumas promessas de financimento, nomeadamente "a sua inclusão no Piddac, o que nunca se veio a verificar e que nos causou algumas dificuldades em todo este processo" 

Há no entanto alguns aspectos que o bispo da Guarda quer ver clarificados, nomeadamente "todo o processo que levou a construção de um silo automovel que já se encontra a funcionar e que estamos neste momento a analisar de novo".

Apesar do impasse actualmente vivivo, o bispo da diocede da Guarda está convicto que "vai ser possível encontrar uma solução para terminar a obra", mas não avança qualquer prazo para o reinicio dos trabalhos.

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados